Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Crónica potiguar

Crónica potiguar

O Sol quando nasce é para todos, a sombra não

Junho 24, 2019

José

Nem sempre ficar na sombra tem carga negativa, mesmo assim é necessário perfil para ficar na sombra de alguém. Quando cheguei ao Nordeste deparei-me com uma prática corrente no momento de comprar ou alugar casa. O conselho de amigos era que "No Sol não!". O clima apesar de ficar mais ameno agora em junho/julho/agosto é um ameno relativo. É um inverno de chinelos e calções, ainda que a chuva possa ser muita. Nos restantes meses o calor aumenta e aumenta a humidade do ar. Aqui na cidade atinge pouco mais de 32 graus, mas com tão elevada humidade são insuportáveis. Tem cidades com elevadas temperaturas e humidade, geralmente situadas no litoral, pois o calor sertanejo tem semelhanças com as elevadas temperaturas do Alentejo. A diferença é que faz calor o ano inteiro e raramente chove. Com tudo isso qualquer apartamento exposto ao Sol é desvalorizado. Por vezes a diferença é muito grande e justicada. Se os materiais usados não favorecerem ou os residentes forem acalorados é necessário dormir com o ar condicionado ligado. A despesa mensal é enorme. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo